Paranautas.com - ideias, acoes e debates em prol do grande Parana Clube

Histórico

Paraná e Brasil de Pelotas nunca empataram na história do confronto

Publicado em 17/07/2017 - 20:07

O Paraná Clube volta a campo na noite desta terça-feira (18), para enfrentar o Brasil de Pelotas, na Vila Capanema, ás 19h15. O time paranista será comandado pelo interino Matheus Costa e precisa unicamente da vitória para respirar na Série B.

O histórico contra os gaúchos não é nada favorável ao Paraná. Foram quatro partidas, com uma vitória do Tricolor e três derrotas. Em 2000, o time paranista venceu, em casa, por 2 a 0 pela Copa João Havelange.

Na Série B do ano passado, foram duas derrotas pelo mesmo placar: 2 a 0 no Rio Grande do Sul e em Curitiba.



LOJA OFICIAL

PARANAUTAS TV

CLASSIFICADOS PARANAUTAS

ENQUETE

Você manteria o Matheus Costa como técnico?

 

Processando...


Parcial
Enquetes Anteriores

ÚLTIMAS DO CLUBE NA IMPRENSA

GALERIA DE FOTOS

TÚNEL DO TEMPO - O QUE ACONTECEU NA HISTÓRIA DO CLUBE

03/11/1999 - Na partida de volta na Argentina, o San Lorenzo venceu por 2x1. Com o resultado, a partida foi para os pênaltis. Como o goleiro Marcos havia sido expulso aos 44 do 2° tempo, o centroavante Flávio foi para o gol, defendendo 3 penalidades máximas e garantindo a classificação para a próxima fase.

05/11/2000 - Na semifinal, diante do Remo, fora de casa, mais de 55 mil torcedores lotaram o Mangueirão. Vitória paranista por 2x1, gols de Flávio e Márcio.

09/11/1997 - Pela última rodada do Brasileirão, Paraná e São Paulo fazem jogaço e empatam por 4 a 4 no Morumbi.

12/11/1998 - O Paraná Clube vence a equipe do Flamengo (RJ) na última rodada do campeoanto brasileiro por 2 a 1 e permanece na 1ª divisão em 1999.

13/11/2000 - Primeira partida da final do módulo amarelo. Empate na Vila Capanema pelo placar de 1x1.

18/11/2000 - Paraná Clube é campeão da Série B, diante do São Caetano. Gols de André, Reinaldo e Fredson.

20/11/1996 - O Paraná Clube vence a equipe do Santos (SP) por 3 a 0 e o segundo gol paranista foi marcado pelo goleiro Régis, cobrando uma penalidade máxima.