8 de Março – Coluna Gralhas da Vila

Gralhas da Vila Colunas 9 março, 2020

O mundo sabe, dia 08 de março é o Dia Internacional da Mulher.
Vocês acham que esquecemos? Estão enganados!
Vivenciamos este dia durante toda a semana e junto com as nossas cores. O azul reforça que a nossa busca por equidade precisa ser em harmonia; a intensidade do vermelho confirma a potência da nossa luta e a força que temos em buscar o melhor caminho para as nossas causas; e o branco, como não poderia deixar de ser, representa a paz… É isto mesmo… não queremos que o Dia das Mulheres seja um problema entre as mulheres. Queremos juntas desconstruir algumas “deficiências” que ainda vivemos em sociedade e no ambiente que estamos inseridas: nosso AMADO futebol.

Tivemos Gralhas participando diretamente da campanha do Paraná Clube e que, com muita maestria, reforçou que “não queremos ser mais e nem menos, queremos ser iguais”. Tivemos Gralha participando como comentarista na Rádio PRC. Tivemos Gralhas sendo entrevistadas por uma jornalista. Tivemos Gralhas participando de podcasts. Tivemos Gralhas “apenas” marcando presença no estádio. Tivemos Gralhas onde elas queriam estar e fazendo o que gostariam de estar fazendo.

Temos Gralhas de todas as idades, dos 07 aos 68 anos, acreditando que é possível a construção de um espaço democrático, harmonioso e igual para todos.

A história do dia 08 de março iniciou-se com as 125 operárias que foram queimadas em 1911 – junto com outros 21 homens. Há mais de 100 anos estamos lutando por direitos e igualdades, aqueles que já deveriam estar presentes naturalmente na sociedade. Porém, felizmente temos muitas conquistas e muitos feitos para serem comemorados!

Toda segunda-feira de março, apresentaremos aqui nesta coluna histórias envolvendo conquistas femininas no Futebol.

 

Gralhas da Vila



Já baixou o app da Paranautas? Baixe agora e fique por dentro de todas as novidades do Tricolor e da Paranautas:

Disponível no Google Play


*Nota: O conteúdo postado neste espaço (colunas) é de responsabilidade exclusiva do autor, não necessariamente refletindo a opinião da Paranautas sobre os temas aqui abordados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *