O Paraná Clube fez a lição de casa: venceu o Maringá, garantiu presença na semifinal da Taça Caio Júnior e os mandos de campo caso avance à final desta segunda fase e também numa eventual final com o Coritiba. O jogo em si não foi bom, mas novamente o time de Rogério Micale foi taticamente preciso e com Carlos Eduardo inspirado fez 1×0, suficiente para garantir a primeira posição do Grupo A, as vantagens de mando e um incrível aproveitamento de 86,67%.

“Os jogadores estão assimilando nossas ideias. Com os resultados positivos vem a confiança e, aí, fica tudo mais fácil”, disse Rogério Micale. O desempenho atual contrasta com aquilo que o Tricolor deixou de apresentar na primeira taça, quando somou apenas 5 pontos em 6 jogos. “O grupo reagiu. Sabíamos que aquele rendimento não era compatível com a grandeza do clube. Os jogadores se cobraram mais e, a partir daí, as coisas foram melhorando”, comentou o zagueiro Rayan.

O jogo, no seu início, parecia que seria resolvido até com facilidade. Logo aos 2 minutos, Leandro Vilela fez um ótimo lançamento para Wesley Dias, que ajeitou e mandou por cima do travessão. O Paraná seguiu na pressão, mas as melhores chances surgiram em cobranças de faltas de Carlos Eduardo. O Maringá mostrava um time coeso e que aos poucos conseguiu esfriar o jogo. Tanto que no início do segundo tempo, as melhores oportunidades foram do time do interior do Estado.

“Voltamos para o segundo tempo muito abaixo. Demos espaços de forma perigosa”, reconheceu Micale. Só que aos 11 minutos, num lançamento de Vilela, Feijão ficou cara a cara com o goleiro, que fez a defesa, mas fora da área: cartão vermelho para Fábio. Com a vantagem numérica, Micale sacou Wesley para a entrada de Matheus Pereira. Logo depois o Paraná chegou ao gol. Após triangulação pela esquerda e cruzamento de Igor, a bola “ficou viva” na área do Maringá, até Carlos Eduardo encher o pé e mandar pra rede: 1×0, aos 25 minutos.

A partir daí – e visivelmente sentindo o desgaste da sequência de jogos – o Paraná administrou a vitória, a quarta seguida sob o comando de Rogério Micale. No domingo, o Tricolor volta a campo, mais uma vez na Vila Capanema, para enfrentar o Londrina, em jogo eliminatório. Quem vencer, decide a Taça Caio Júnior. No caso de empate, a definição será nos pênaltis.

 

Paraná Clube 1×0 Maringá

Paraná: Richard; Alemão, Neris (Márcio), Rayan e Igor; Leandro Vilela, Wesley Dias (Matheus Pereira), Carlos Eduardo e Marcelo Baez (João Paulo); Vitor Feijão e Thiago Santos. Técnico: Rogério Micale.

Maringá: Fábio; Danilo, Alex Fraga, Egon e Thiago Cristian; Carlão, Fabrício (Ícaro), Éverton (Edmar) e Washington (Ednaldo); Paulinho Moccelin e Bruno Batata. Técnico: Fernando Marchiori.

Local: Vila Capanema (Curitiba-PR)

Árbitro: Sandro Meira Ricci

Assistentes: Bruno Boschilia e João Fábio Machado Brischiliari

Renda: R$ 65.335,00

Público pagante: 2.998

Público total: 3.574

Gol: Carlos Eduardo aos 25’ do 2º tempo

Cartões amarelos: Carlos Eduardo (Paraná). Carlão (Maringá)

Expulsão: Fábio aos 11’ do 2º tempo



Já baixou o app da Paranautas? Baixe agora e fique por dentro de todas as novidades do Tricolor e da Paranautas:

Disponível no Google Play